ALDEIA DAS DEZ (Oliveira do Hospital): BISPO DE COIMBRA NO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DAS PRECES EM VALE DE MACEIRA

“Não podemos deixar de lado esses irmãos da nossa mesma comunidade diocesana que estão em sofrimento em virtude dos incêndios”, disse o Bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, durante a festa de encerramento da sua Visita Pastoral ao Arciprestado do Nordeste, realizada no domingo, no Santuário de Nossa Senhora das Preces, no Vale de Maceira (Aldeia das Dez), mas que não deixou de ficar ensombrada pela tragédia que estava a ser vivida, particularmente pela morte de muitas pessoas vítimas das chamas do violento incêndio de Pedrógão Grande.

Contudo, não deixaram de ser algumas centenas de pessoas que, com os seus párocos e vindas das cinco Unidades Pastorais – Arganil, Góis, Tábua, Oliveira do Hospital e Pampilhosa da Serra – do Arciprestado do Nordeste, subiram ao bonito Santuário para participar na festa de encontro e de convívio, mas que foi também de partilha e solidariedade para com aqueles que sofrem e que não deixou de ficar ainda marcada pela oração, “vamos ter presentes estes irmãos na fé e pedir a Deus o eterno descanso para todos aqueles que faleceram nesta tragédia”, como disse D. Virgílio Antunes.

Tendo em conta a celebração do centenário das Aparições de Fátima e, nesse dia, a Festa da Igreja Diocesana e como tema “Com Maria construímos a Igreja Diocesana”, a também festa de encerramento da visita pastoral do Bispo de Coimbra ao Arciprestado do Nordeste, ao longo de todo o dia contou com a presença de D. Virgílio Antunes, envolveu as cerca de 60 paróquias do Arciprestado que vieram “encontrar-se para celebrar a Igreja que são, olhando para a Mãe de Jesus como inspiração e ajuda para desempenhar melhor a sua missão evangelizadora”, muitos participaram nas actividades programadas, na oração, no almoço partilhado, na animação pelos grupos musicais que vieram de Oliveira do Hospital e Aldeia das Dez e que teve o seu ponto mais alto missa campal, presidida pelo Bispo, durante a qual foram apresentados também os membros do novo Conselho Pastoral do Arciprestado do Nordeste que é constituído por representantes das suas cinco Unidades Pastorais.

Mais desenvolvimento na Edição em papel ou AQUI[/button