ARGANIL: Feira Medieval uma “ensolarada epopeia” para a evocar os Descobrimentos

GEDC1186

Durante todo o dia de sexta-feira e pela noite dentro, as ruas do burgo voltaram e encher-se de pessoas para participar na Feira Quinhentista, agora na sua VII edição, que este ano (pelo calor que se fazia sentir) foi de facto “uma ensolarada epopeia“, como foi dito na abertura dos festejos, “para evocar a epopeia dos Descobrimentos”.

Este ano sob o tema “Do Ocidente ao Oriente “, a Feira Quinhentista fez recuar cinco séculos no tempo, não só pela encenação da recriação histórica trazida pela conhecida e reconhecida Companhia de Teatro Grupo VIV’ARTE, mas também pelo grande trabalho que não pode deixar de ser destacado e que envolveu alunos, professores, auxiliares do Agrupamento de Escolas de Arganil na confecção dos seus trajes da época e que trouxeram para a rua, encheram a Praça, onde estiveram “representadas as culturas, credos e tradições do Mundo”, que “vieram dos vários continentes”, desde a Pérsia à China e que “hoje homenageamos”.