ARGANIL: Sinos do Mont’Alto vão voltar a ouvir-se

Desde há anos que estão “calados” os sinos da torre da capela de Nossa Senhora, no Santuário do Mont’Alto.

E ao chegar a Arganil, o reitor, padre Lucas Pio, também ficou “incomodado” pelo “silêncio” dos sinos. E chamou um técnico para vir verificar o carrilhão, que desde há muito estava avariado. Pediu orçamento e o custo do arranjo ascendia aos 405,90 euros. Era mais uma despesa, avultada, a juntar a tantas outras para os cofres da Fábrica da Igreja.

Entretanto e ao saber da intenção dos sinos voltarem a tocar, “uma família de amigos que já não residem em Arganil, vai pagar na totalidade o restauro dos sinos do nosso Santuário de Mont’Alto e pôr o carrilhão a funcionar”, como deu a conhecer o reitor, deixando a esta família “um bem-haja do coração. Obrigado pelos 405,90 euros”.

Este é mais um melhoramento conseguido pelo padre Lucas Pio, “é preciso falar”, e dentro em breve os sinos do Santuário do Mont’Alto vão voltar a ouvir-se, a ecoar e a levar longe as horas e o som da bonita melodia pelos montes e pelas terras à sua volta.

J.M.C.