COJA (Arganil): Os 150 anos da «Pátria Nova» mostraram coesão e dignidade

Na verdade, o dia 1 de Novembro de 2018 ficará na história da vila de Côja, pela forma como foram celebrados os 150 anos da sua Filarmónica, tal como disse a presidente da Assembleia Geral, Dr.ª Sílvia Tavares Gonçalves, «A história da nossa Filarmónica é a história do nosso país e o retrato da vila de Côja», tanto mais que «Côja nunca foi um centro rico e a sua Filarmónica é exemplo do esforço ímpar da sua população que, apesar das dificuldades económicas, manteve o funcionamento e actividade ininterrupta da colectividade, que desde a sua fundação se caracteriza por um movimento associativo muito dinâmico e forte, demonstrativo do carinho e importância que a banda teve e tem na vila».