GÓIS: “Os pobres estão a pagar este Carnaval que o país vive”

“Os pobres estão a pagar este Carnaval que o país vive”, considerou Mário Frota, da Associação Portuguesa do Direito do Consumidor”, durante a interessante sessão sobre serviços públicos essenciais “Consumidor prevenido – consumidor precavido”, que decorreu na passada sexta-feira, no salão nobre da Câmara Municipal.

Mário Frota esclareceu ainda os presentes sobre os seus direitos enquanto consumidores, no que se refere a contratos de empresas de telecomunicações, de fornecimento de electricidade e de água, “um contrato só é valido quando assinado pelo consumidor”, também sobre a lei da privacidade nas comunicações electrónicas, porque, como referiu Mário Frota, “não temos informação ao consumidor na rádio e na televisão. Não se dá aos consumidores aquilo que é seu por direito próprio”.

Mais desenvolvimento na Edição em papel ou AQUI