MOVIMENTO “SOS ARGANIL”: Objectivo AJUDAR”

O movimento “SOS Arganil” foi criado um dia após os incêndios de 15 de Outubro, e pretende ser uma plataforma de interajuda cujo objectivo é ajudar as famílias mais afectadas, sobretudo na reconstrução de casas, armazéns, barracões e mesmo currais.

Tendo Rodrigo Oliveira como rosto mais visível, o movimento conta já com mais de duas centenas de voluntários que, desde então, aos fins-de-semana, arregaçam as mangas e vão para o terreno ajudar quem mais precisa. «O “S.O.S. ARGANIL” surge mesmo com um único objectivo: AJUDAR. Ajudar pessoas, ajudar quem tudo perdeu», salienta aquele responsável, que confessa também que a dimensão do movimento ultrapassou as espectativas iniciais. «Têm chegado até nós muitos voluntários, têm chegado até nós muitas ajudas, muitos contactos de empresas, muitas entidades, e as ajudas que nos chegam temo-las encaminhado para as pessoas».

O trabalho que tem vindo a ser efectuado no terreno pelo “SOS Arganil” ultrapassou já os limites do concelho, e actualmente o movimento que nasceu de uma conversa entre amigos ganhou visibilidade internacional, pelo facto (…) «de termos sido nós que procurámos as pessoas e não o contrário», explica.

Para a história ficam os nomes dos fundadores do movimento “SOS Arganil”: Carina Ferreira, Catarina Miranda, Cláudia Antunes, Elisabete Luzio, Fernando Vale, Leonor Pimenta, Luís Quelhas, Miguel Pinheiro, Paula Cruz, Rodrigo Oliveira, Sara Andrés, Vanda Andrés.
Leia a reportagem completa na edição em papel de A COMARCA DE ARGANIL