PAMPILHOSA DA SERRA: Município (e não só) chorou o Prof. José Ramos Mendes

img_4503_

Desde a capela mortuária à igreja, após missa de corpo presente e depois para o cemitério, foi enorme a manifestação de pesar e de dor que os pampilhosenses, arganilenses, e não só, transmitiram, acompanhando na viagem sem retorno uma grande figura do concelho de origem – Pampilhosa da Serra – e do concelho onde residia – Arganil, cujos municípios estiveram representados ao mais alto nível, com os presidentes de Câmara e vereadores à cabeça. A paróquia de Arganil colocou um autocarro à disposição para que os seus paroquianos tivessem o ensejo de acompanhar um que foi, também, um grande e dilecto amigo.

A missa foi celebrada pelos párocos locais, e por amigos do Prof. José Ramos Mendes, que também foram seus condiscípulos, Padres Sertório Batista Martins, António Ramos Gaspar, André Ramos Gaspar e outros amigos sacerdotes que colaboraram nos serviços fúnebres.

Já no cemitério, perante centenas de pessoas, o provedor da Santa Casa da Misericórdia de Arganil, José Dias Coimbra, amigo do falecido, não deixou de dizer que o «Zé Ramos deixas saudades. Foste um exemplo. Obrigado pelo que escrevestes n’A COMARCA DE ARGANIL».

Mais desenvolvimento na Edição em papel ou AQUI