TÁBUA: População reivindica esta tarde por mais médicos e a reabertura do Serviço de Atendimento Permanente

A população do concelho de Tábua vai manifestar-se ao final da tarde de hoje, sexta-feira, dia 12, pelas 18 horas, em frente ao edifício da Câmara Municipal, a exigir “mais médicos” para o Centro de Saúde de Tábua.

Recorde-se que em 2010 encerrou o Serviço de Atendimento Permanente, e desde essa altura a “situação” tem vindo a degradar-se.

Recentemente criado, o “Movimento Mais Saúde em Tábua” denuncia “cortes no Centro de Saúde, com a diminuição do número de médicos, funcionando apenas com quase metade dos necessários”, e por isso organiza hoje uma “tribuna pública” onde será exigido que “sejam criadas pelo Governo condições financeiras e outras, de forma a fixar o corpo médico no concelho, a reabertura do Serviço de Atendimento Permanente 24 horas por dia, no Centro de Saúde de Tábua, e a reestruturação do funcionamento da extensões do Centro de Saúde de Tábua, de Midões e de Mouronho, de forma a evitar o seu encerramento”.

Destacando que “A Saúde não é um Negócio”, o Movimento acrescenta também que “Arganil não é solução para as Urgências”