ÚLTIMA HORA | ARGANIL: Assaltaram a capela de Nossa Senhora do Mont’Alto

Na manhã de hoje, alguém que de vez em quanto passa pela capela de Nossa Senhora do Mont’Alto e deixa o seu pequeno contributo no cofre que se encontra na porta principal, reparou que as moedas que ali colocou caíram no vazio. Estranhou, e ao dar a volta ao templo, deparou-se com uma das portas laterais partida, à machadada, e deu o alarme.

A capela tinha voltado a sofrer mais um assalto. Mais do que isso, um verdadeiro atentado. Com uma machada (no local do crime ficou o cabo), os amigos do alheio partiram a porta e entraram no templo, terão arrancado os sensores do alarme (que levaram também), para depois e com certeza mais à vontade, arrancarem o cofre da porta principal, que levaram, como levaram o cofre do lampadário.

Não se sabe os montantes que se encontravam nos cofres. O que se sabe é que, no domingo, durante o dia e como acontece habitualmente em cada domingo, muitas pessoas subiram ao Santuário e ali deixam as suas ofertas. E por isso e como nos disse um dos responsáveis da Fábrica da Igreja, os assaltantes “terão levado uma boa maquia” e, além do que levaram, deixaram acabaram por deixar mais um grande prejuízo com a destruição da porta que, há alguns anos e pelo mesmo “feito”, teve de ser substituída.

Pela forma como os amigos do alheio actuaram, à procura de dinheiro, ao utilizar uma machada para partirem uma porta, forte, mais do que um assalto, não podemos deixar de considerar que se tratou, de facto, de mais um atentado, violento, à capela de Nossa Senhora do Mont’Alto.

A G. N. R. tomou conta da ocorrência.