ÚLTIMA HORA | ARGANIL: Município vai avançar com a desinfecção de espaços públicos quando as autoridades de saúde o determinarem

Foto: DR

A desinfecção de espaços públicos está entre as medidas de combate à propagação da Covid-19 e defesa da saúde pública previstas pela Câmara Municipal de Arganil, mas apenas quando as indicações das autoridades de saúde forem nesse sentido. A posição da Direcção Geral da Saúde, de acordo com informação divulgada nesta quarta-feira, é a de que “não existe evidência, neste momento, para a recomendação da utilização dos produtos biocidas para a desinfecção de espaços públicos exteriores, nomeadamente ruas”.

Em estreita articulação e permanente contacto com a Direção e a Regional da Saúde e a Proteção Civil, Luís Paulo Costa, presidente da autarquia, assegura que as ações de desinfeção serão prontamente acionadas quando se justificar, defendendo a importância de considerar a informação validade pelas entidades competentes.

“Os serviços municipais estão preparados para avançar com esta solução onde e quando for necessário, mas, atendendo à situação atual vivida no concelho, as autoridades de saúde consideram ser ainda prematuro”, esclareceu Luís Paulo Costa, acrescentando que “uma ação de desinfeção não previne o que surge amanhã ou no dia seguinte”.

Nesta fase, é importante que as pessoas não fiquem com uma falsa sensação de segurança e continuem a ter os cuidados redobrados de higiene como forma de prevenção do contágio: lavagem e desinfeção frequente das mãos, evitar contactos sociais desnecessários, manter pelo menos um metro de distância em relação a outras pessoas quando e sempre que tiver de sair de casa.

As medidas adotadas pelo Município de Arganil para evitar a propagação do vírus estão em linha com as orientações da Autoridade Regional da Saúde, a Direção-Geral da Saúde e com o Plano de Contingência da autarquia, em vigor desde o dia 6 de março.

Recorde-se que Arganil regista um caso de convid-19 até ao momento. Trata-se de uma profissional de saúde que reside no concelho mas que trabalha no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Em isolamento desde que os primeiros sintomas se manifestaram, a munícipe está a ser acompanhada pelas autoridades de saúde e a sua situação clínica é favorável.