VILA NOVA DE POIARES: Ligação do IP3 à A13 num traçado a sul do Mondego defendida pela Assembleia Municipal

VNP_area_industrial

A Assembleia Municipal de Vila Nova de Poiares aprovou, por unanimidade, um documento onde manifesta a sua tomada de posição face ao novo traçado do IP3, defendendo que a ligação à A13 deverá acontecer a sul do Mondego, corroborando e dando ainda mais força às posições semelhantes já defendidas tanto pela Câmara Municipal, como pelas Associações Empresariais de Poiares e da Serra da Lousã.

O documento identifica algumas carências do território. “Vila Nova de Poiares dispõe de uma localização estratégica na Região Centro, entre o interior e o litoral, localização central, face ao território nacional e acesso à Europa, via IP3 sem ligação directa a qualquer traçado/via da rede fundamental”. Refere ainda que o concelho possui “uma zona industrial com sensivelmente 80 hectares onde estão instaladas cerca de uma centena de empresários e industriais e que dão emprego a perto de 1000 trabalhadores”, maioritariamente “vocacionada para a exportação, dependendo, portanto, da existência de vias rodoviárias capazes de responder às necessidades de escoamento dos seus produtos”, registando igualmente a existência de um conjunto de “empresários e empresas cuja actividade é, em exclusivo, o transporte terrestre, nacional e internacional, de mercadorias”.